Cala a Boca e Me Beija E-Book


Cala a Boca e Me Beija - Araujo,Alcione pdf epub

PREÇO: GRÁTIS

EM FORMAÇÃO

LÍNGUA: PORTUGUÊS
HISTÓRIA: 2010
ESCRITORA/ESCRITOR: Araujo,Alcione
ISBN: 9788501091178
FORMATO: PDF EPUB MOBI TXT
TAMANHO DO ARQUIVO: 4,86

EXPLICAÇÃO:

Um dos autores de teatro mais respeitados do país e premiado roteirista de filmes (Nunca fomos tão felizes, Policarpo Quaresma), o mineiro Alcione Araújo estreou na literatura em 1998 com o monumental romance Nem mesmo todo o oceano, finalista do Prêmio Jabuti, que ampliou seus horizontes de escritor de sólida carreira como dramaturgo. Cronista do jornal Estado de Minas desde 2001, sua primeira coletânea de crônicas, Urgente é a vida, foi consagrada com o Jabuti em 2005. Agora, prestes a completar 10 anos de crônicas semanais, Alcione — que nos últimos anos tem se dedicado ao posto de romancista — reúne em Cala a boca e me beija alguns dos melhores textos publicados no jornal mineiro. As 70 crônicas pinçadas aqui — dentre as cerca de 500 — são o resultado de uma seleção criteriosa feita pela professora da PUC–MG Glória Gomide, e têm em comum o apurado senso de observação de Alcione. O próprio título surgiu de uma discussão de uma garota com o namorado surfista no calçadão do Leblon, que chamou a atenção do escritor. Cansada do bate-boca, ela proclamou a frase, encerrando a briga. Nesta obra, o autor vai do cotidiano ao fabuloso, num texto que flui da narração à abstração com maestria. Com humor, muitas vezes com sarcasmo, outras com dramaticidade, conta casos do Rio, do seu mineiro Leblon e do mundo com a agudeza de um poeta. Recortes do real, flagrantes da vida, instantâneos. Erudito na simplicidade, como em “Marginália”, o autor deixa-se cair no escracho de “O crachá”, na qual trafega da etimologia da palavra ao incômodo causado pelo objeto em si. Em “Meus mortos jazem em mim”, com a sensibilidade à flor da pele, vemos o amor incondicional que reserva à memória dos que fizeram sua história e já não estão — pura homenagem à construção da vida. Na belíssima “Provação”, o temor a Deus e o absurdo da situação bíblica mostram que o escritor é um homem apaixonado pela paternidade — e pela vida. Alcione fala dos cachorros nos prédios, dos desejos sensuais, das caronas para mulheres bonitas, do homem da bicicleta e alto-falante que faz anúncio pelas ruas, das desquitadas, dos papos cabeça, dos pequenos gestos. Fala de velhos e de novos, dos eternos namorados, do medo da noite, das histórias infantis, do Barba Azul. Mas nenhuma observação ou palavra é escolhida ao acaso, o que faz com que seu leitor — seja ele adulto, jovem ou adolescente — sempre se veja dentro de sua crônica. Cala a boca e me beija é, nas palavras de Ignácio de Loyola Brandão, que assina a orelha do livro, “para sentar e deixar o tempo passar”. E adverte: “Leia em dia sem compromissos agendados. Ou vai perder tudo o que marcou”.

...yola Brandão, que assina a orelha do livro, "para sentar e deixar o tempo passar" ... ‎Cala a Boca e Me Beija by Banda Nave Som on Apple Music ... . E adverte: "Leia em dia sem compromissos agendados. Ou vai perder tudo o que marcou". Cala a boca e me beija Cala a boca e me beija Eu só quero pedir Faça o que você quiser Mas cala a boca e me beija. Hoje ela me ligou Precisava me falar No som da sua voz ouvir Um pedido pra voltar Disse que por onde andou Não foi fácil sua vida Que fiz parte dos seus sonhos Do seu dia-a-dia. Que frente a frente queria me falar Do tempo que esteve ausente desse amor Moça ... ‎Cala a Boca e Me Beija by Banda Nave Som on Apple Music ... . Que frente a frente queria me falar Do tempo que esteve ausente desse amor Moça cala a boca e me Beïjä. 34 likes. Meu abjectivo e espandir a minha página Cansada do bate-boca, ela proclamou a frase, encerrando a briga. Em CALA A BOCA E ME BEIJA, o autor vai do cotidiano ao fabuloso, num texto que flui da narração à abstração com maestria. Com humor, muitas vezes com sarcasmo, outras com dramaticidade, conta casos do Rio, do seu mineiro Leblon e do mundo com a agudeza de um poeta. G F G C G Ai dentro alguem me deseja, e não da mais pra esperar C G A F C G F C Dm Cala a boca e me beija, o amor esta solto no ar. G F G C Não amar é preconceito, e não da mais pra esperar C Dm Cala a boca e me beija, deixa o corpo falar. G F G C Cala a boca e me beija, já não da mais pra esperar C F C F C Cala a Boca e Me Beija Começa: Quinta, 20 de fevereiro de 2020, 22h30 Termina: Sexta, 21 de fevereiro de 2020, 11h30 Cala a Boca e Me Beija "Cala a Boca e Me Beija", o terceiro disco de carreira da multifacetada artista Karla Sabah. Desta vez, encorajada pela publicação - e premiação - de seu primeiro livro de poesias, Karla incluiu no repertório s... "Cala a Boca e Me Beija", o terceiro disco de carreira da multifacetada artista Karla Sabah. Desta vez, encorajada pela publicação - e premiação - de seu primeiro livro de poesias, Karla incluiu no repertório seis poemas de sua própria autoria, musicadas a partir do livro. Entre elas, está a música que titula o álbum e "Amor Incondicional", ambas em parceria com Rildo Hora ... Me esqueci de outro elemento: o "cala a boca e me beija". E isso tem a ver com a gente, com a torcida. Tá, já entendemos que o Tony não é o lateral direito dos nossos sonhos....