Gênero E Loucura Na Literatura E-Book


Gênero E Loucura Na Literatura - Cíntia Schwantes pdf epub

PREÇO: GRÁTIS

EM FORMAÇÃO

LÍNGUA: PORTUGUÊS
HISTÓRIA:
ESCRITORA/ESCRITOR: Cíntia Schwantes
ISBN: 9788547308414
FORMATO: PDF EPUB MOBI TXT
TAMANHO DO ARQUIVO: 9,68

EXPLICAÇÃO:

Este livro tem como mote abordar a relação entre loucura, gênero e literatura. Assim, os capítulos que o compõem apresentam-se como diferentes configurações sobre a temática, abordando-a de perspectivas diversas. Pensar a loucura na literatura significa pensar as formas de vivência do estranhamento, do desvio da norma em que serão elaboradas, e que visões de mundo são vazadas nelas. Embora isso se coloque para qualquer tema a ser apropriado por textos literários, a loucura traz seus próprios desafios. A representação, questão central na literatura, encontrará algumas dificuldades ao enfrentar essa experiência que não raro se traduz como impossibilidade de articulação, de acesso à linguagem, ou, por outro lado, impõe o acesso a uma linguagem que não pode ser partilhada. Assim, as formas de representar a personagem louca irão variar, tanto no que concerne ao gênero literário utilizado quanto à proximidade ou distância que a narrativa toma dessa aporia, que é a representação de algo que recusa a linguagem.A obra literária também pode e deve ser compreendida como produto cultural de uma época, fonte de acesso a vários conflitos dos quais o autor se faz porta-voz. A loucura será uma na literatura medieval; outra no Romantismo. Assim, tanto pode-se pensar a presença da produção literária como processo de organização e simbolização na loucura como manancial ao qual se pode ascender para compreender conflitos humanos. Trata-se de certa manifestação do trabalho psíquico do autor e, nisso, revela-se, muitas vezes, como ponte para a escuta de outra cena.O texto literário, segundo Freud, assemelha-se aos sonhos e é tão revelador quanto. No entanto a literatura tem o condão de revelar não apenas o que está no inconsciente do sonhador, mas no de todo o grupo que compartilha o texto, o lê e interpreta. Por esse motivo, a análise das narrativas e dos poemas aqui apresentados, sobre a loucura e seus loucos, ou escritos por eles, abre-nos uma porta para a compreensão da relação entre loucura e literatura, e sobre a literatura e suas aporias, bem como a loucura e suas opacidades, além de revelarem experiências específicas da loucura segundo uma posição no mundo que se dá, em nossa cultura, sempre de forma gendrada.

...o sobre os gêneros literários. No objeto de análise do presente trabalho - duas obras de diferentes gêneros produzidas por mulheres rotuladas socialmente como loucas: Hospício é Deus (1965), de Maura Lopes Cançado, e Reino dos bichos e dos animais é o meu nome (2001), de Stela do Patrocínio - abalam-se as fronteiras entre loucura e razão, linguagem literária e loucura como linguagem ... PDF Foucault E a Literatura (Arqueologia Da Loucura E Escrita ... ... . No século XIX, a ciência e a psicologia começaram a ter uma importância muito maior nos enredos do gênero. Em Frankenstein de Mary Shelley, escrito originalmente em 1818, temos a clara influência da ciência, pois o monstro criado por Victor Frankenstein ganha vida por um método científico, mesmo que não verdadeiro. Isso fez o romance ser considerado como o primeiro exemplo moderno de ... O professor convidado apresentou diversos exemplos na literatura, descreveu alguns romances, mostrando de ... PDF Foucault E a Literatura (Arqueologia Da Loucura E Escrita ... ... . Em Frankenstein de Mary Shelley, escrito originalmente em 1818, temos a clara influência da ciência, pois o monstro criado por Victor Frankenstein ganha vida por um método científico, mesmo que não verdadeiro. Isso fez o romance ser considerado como o primeiro exemplo moderno de ... O professor convidado apresentou diversos exemplos na literatura, descreveu alguns romances, mostrando de que forma a loucura se fez presente e relacionou a questão da insanidade com o desenvolvimento capitalista, que separou as pessoas e tentou acabar com a noção de solidariedade, lançando o que ele chamou de "as raízes da loucura." Uma das citações mais famosas de Lovecraft em relação ao gênero é: "A emoção mais antiga e mais forte da humanidade é o medo, e o mais antigo e mais forte de todos os medos é o medo do desconhecido."; a primeira sentença de seu ensaio seminal, O Horror Sobrenatural na Literatura. O fazer poético e sua relação com a loucura em um poema de Cruz e Sousa - Por Maria Ferreira . Na coluna mensal "Ubuntu" (clique aqui para acessar todos os textos da coluna), Maria Ferreira escreve ensaios sobre Literatura Negra, buscando evidenciar aspectos de livros escritos por autores contemporâneos ou clássicos.O título da coluna faz menção ao significado da filosofia ... Curso virtual Conversas com a Literatura. "Entre o sobrenatural e a loucura: o gênero fantástico através do olhar de Maupassant" Profa. Fabiane Alves O curso propõe o estudo de contos representativos do fantástico na obra do escritor francês Guy de Maupassant. Gêneros e sexualidades na literatura: uma forma de empatia para diversidade Terça, 13 de outubro de 2020, 17h>18h30 Gênero e violência na literatura afro-brasileira Constância Lima Duarte* Em 1992, 4.531 mulheres foram vítimas de ... até a entrega à loucura, na tentativa de reinventar a vida através de papéis picados e coloridos. Duzu "acostumou-se aos gritos das mulheres apanhando dos homens, ao sangue das mulheres assassinadas. Acostumou-se ... Apoiados na literatura, Soares e Oliveira 7 demonstram que a violência do AMT pode provocar ideações suicidas, ... 12. Kergoat D. O cuidado e a imbricação das relações sociais. In: Abreu, ARP, Lombardi, MR, editors. Gênero e trabalho no Brasil e na França: ... Dejours C. A loucura do trabalho: estudo de psicopatologia do trabalho. Quando surgiu no fim do século XVIII e início do século XIX, o gênero estava necessariamente ligado à presença do sobrenatural, a exemplo de textos com fantasmas, monstros e mortos vivos. No decorrer do século XIX, as obras se ligaram mais ao aspecto psicológico, explorando temas como alucinações, pesadelos, loucura, e outros elementos ligados à mente. Racismo, questões de gênero e loucura no primeiro livro de "fulô" Sérgio Vilar 18 de novembro de 2018 Literatura desvio , fulô , rosy nascimento Audio O primeiro livro de contos da escritora Rosy Nascimento (ou fulô), "Desvio", foi lançado pela Editora Nua (RJ) e está em pré-venda no Catarse....