O Nome da Morte - A História Real De Júlio Santana, O Homem Que Já Matou 492 Pessoas E-Book


O Nome da Morte - A História Real De Júlio Santana, O Homem Que Já Matou 492 Pessoas - Cavalcanti,Klester pdf epub

PREÇO: GRÁTIS

EM FORMAÇÃO

LÍNGUA: PORTUGUÊS
HISTÓRIA: 2018
ESCRITORA/ESCRITOR: Cavalcanti,Klester
ISBN: 9788542213720
FORMATO: PDF EPUB MOBI TXT
TAMANHO DO ARQUIVO: 4,16

EXPLICAÇÃO:

Júlio Santana bem que poderia ser um personagem de ficção. Melhor seria. Mas ele tem identidade, endereço e família.Este corajoso O nome da morte conta a história desse cidadão brasileiro, pistoleiro por profissão, que em 35 anos matou quase 500 pessoas. O livro do jornalista Klester Cavalcanti não deixa passar nada. A personalidade do matador, a narração dos assassinatos, os nomes dos mandantes e das vítimas. Em O nome da morte, pela primeira vez um matador de aluguel mostra a cara e a alma. Vencedor do Prêmio Jabuti de 2006, o livro, que já foi publicado em 13 países, ganha agora uma versão cinematográfica.

...país, quase todas envolvidas em conflitos pela posse da terra ... [Resenha] O Nome da Morte: A história real de Júlio ... ... . Ele anotava num caderno o nome de cada vítima e do mandante, conforme relato feito ao repórter Klester Cavalcanti e publicado no livro "O Nome da Morte", lançado em 2006 pela Editora Planeta. Que filme impressionante, impactante do começo ao fim, em nenhum instante ele nos deixa de tirar o fôlego, hoje vendo esse filme entendo porque Marco quis sair da zona de conforto, e isso me admira nele, o filme é insano, uma história real, forte, e bem pontuada, ali o diretor acertou em cheio e está de parabéns, mas cito também Fabíula e André Mattos, ambos conseguem se encaixar e ... A história do assassino de aluguel que atende pelo nome d ... O Nome da Morte - Globo Filmes ... ... A história do assassino de aluguel que atende pelo nome de Julio Santana e foi responsável por 492 execuções, virou filme - com estreia prevista para 9 de agosto deste ano. O trailer foi divulgado nesta terça-feira (10) e o longa contará a trajetória do 'matador', que não foi condenado pela Justiça e preso apenas uma vez. Júlio Santana bem que poderia ser um personagem de ficção. Melhor seria. Mas ele tem identidade, endereço e família. Este corajoso O nome da morte con Religioso, Júlio é atormentado por sua consciência a cada disparo, mas segue adiante, tornando-se um matador de aluguel que afirma ter assassinado 492 pessoas. Na vida real, o assassino está solto e escondido em uma cidade do interior do Brasil. Ele só foi preso uma vez e escapou após subornar um policial. Cartaz de "O Nome da Morte" Milhares de livros encontrados sobre Klester cavalcanti o nome da morte a historia real de julio santana no maior acervo de livros do Brasil. Encontre aqui obras novas, exemplares usados e semi-novos pelos melhores preços e ofertas. "O Nome da Morte" retrata a saga de um matador de aluguel brasileiro. ... que conta a história real de Júlio Santana, um matador de aluguel que confessou ter assassinado 492 pessoas. Marcos Paulo da Silva, conhecido como 'O nome da morte' e 'Lúcifer', diz com orgulho já ter assassinado 48 rivais e não se arrepender de nenhum desses crimes, todos cometidos com muita brutalidade. "Não me arrependo de matar aquelas pessoas porque a luta era justa. Com lançamento previsto para este ano, "O Nome da Morte" conta a história de um homem simples, religioso e pacato, amigo gentil e pai de família dedicado que guardou durante décadas um grande segredo: os serviços prestados como matador profissional, que o levaram a executar nada menos que 492 pessoas. Parece coisa de cinema - e virou, de fato -, mas a trama é baseada na vida de ... O Nome da Morte: Cena inédita traz Marco Pigossi como matador que executou 492 pessoas (Exclusivo) Por Andressa Araújo — 6 de jul. de 2018 às 09:50 FB facebook TW Tweet Quem não acredita que uma pessoa possa matar tanto talvez deva ler o livro "O Nome da Morte: A História Real de Júlio Santana — O Homem Que Já matou 492 Pes­soas" (Planeta do Brasil ... A história de Júlio Santana e de seus crimes foi detalhada pelo jornalista Klester Cavalcanti no livro-reportagem "O nome da morte", vencedor do Prêmio Jabuti em 2006. No primeiro longa da carreira, Marco Pigossi protagoniza a história real de Júlio Santana, um pistoleiro que confessou ter matado 492 pessoas. "O nome da morte" foi lançado pelo ator nesta quarta-feira (25), em São Paulo. A estreia é em 2 de agosto. Para o ator de 29 anos, o filme serve como denúncia desses problemas....