Sem Amor E-Book


Sem Amor - Regnery,Katy pdf epub

PREÇO: GRÁTIS

EM FORMAÇÃO

LÍNGUA: PORTUGUÊS
HISTÓRIA: 2018
ESCRITORA/ESCRITOR: Regnery,Katy
ISBN: 9788568056554
FORMATO: PDF EPUB MOBI TXT
TAMANHO DO ARQUIVO: 3,42

EXPLICAÇÃO:

"Meu nome é Cassidy Porter... Meu pai, Paul Isaac Porter, foi condenado quase vinte anos atrás pelo brutal assassinato de doze garotas inocentes. Embora eu tivesse apenas oito anos naquela época, tenho noção — a cada dia da minha vida — de que sou seu filho, seu único filho. Para proteger o mundo do veneno que corre em minhas veias, vivo uma vida tranquila, fora de vista, isolado da humanidade. Prometi a mim mesmo, e à minha mãe, que não infectaria vidas inocentes com a escuridão que se revira dentro de mim, esperando para ser revelada. Eu teria mantido a promessa... se Brynn Cadogan não tivesse surgido na minha vida. Agora, eu vivo entre o céu e o inferno: apaixonado por uma mulher que quer me amar, enquanto tudo ao meu redor me faz lembrar de que preciso permanecer... Sem amor."

...se amor / Prometi ao coração / Não querer essa paixão em minha vida / Mas mentir não adianta / Eu só penso Amor é: 1 ... Amor Sem Igual retorna em breve e promete fortes emoções ... ... . fogo que arde sem se ver 2. ferida que dói e não se sente 3. contentamento descontente 4. dor que desatina sem doer 5. não querer servir a quem vence o O sujeito poético procurou, sem sucesso, definir o amor. Ângela, de 32 anos, casou com Hugo 12 horas antes dele morrer. Quer ter um filho de um amor sem fim, mas a lei portuguesa não lhe permite concretizar este sonho. Este é o segundo, de ... Amor Sem Igual retorna em breve e promete fortes emoções ... ... . Quer ter um filho de um amor sem fim, mas a lei portuguesa não lhe permite concretizar este sonho. Este é o segundo, de quatro episódios, que constituem esta minissérie documental da TVI. Amor é fogo que arde sem se ver é um soneto de Luís Vaz de Camões (1524-1580), grande escritor português, autor de Os Lusíadas (maior poema épico da língua portuguesa).. Camões nasceu em 1524 e morreu em 1580, provavelmente, em Lisboa. Poema Amor é fogo que arde sem se ver na íntegra. Amor é fogo que arde sem se ver, é ferida que dói, e não se sente; Dicionário online de Português. Sinônimos de sem amor de: não presta mais, sem valor, sem amor de, não gosto mais de, porcaria, chafurdeiro, piolheira, nojeira, pocilga, asquerosidade, cortelho, acesse e veja mais...