Reconhecendo O Outro: Política De Cotas Na Universidade E-Book


Reconhecendo O Outro: Política De Cotas Na Universidade - Sabrina Plá Sandini pdf epub

PREÇO: GRÁTIS

EM FORMAÇÃO

LÍNGUA: PORTUGUÊS
HISTÓRIA:
ESCRITORA/ESCRITOR: Sabrina Plá Sandini
ISBN: 9788547320416
FORMATO: PDF EPUB MOBI TXT
TAMANHO DO ARQUIVO: 4,72

EXPLICAÇÃO:

Reconhecendo o outro: política de cotas na universidade vem contribuir para os estudos e debates indispensáveis à formação de professores, à valorização da cultura afro-brasileira e às políticas docentes. Apresentam-se questões referentes a alteridade, universidade e representações sociais, bem como à necessidade de uma ação não discriminatória para enfrentar o desafio histórico da inclusão racial. Afinal, como entender democracia racial no Brasil, onde apenas 4% da população negra consegue chegar à universidade? Este livro é um diálogo sincero com vistas a substituir as perspectivas de objetividade ingênua do passado.

...ts, and display ads. Um assunto que divide opiniões e causa longos debates na atualidade é a política de cotas ... Reconhecendo O Outro: Política De Cotas Na Universidade ... ... . Nesse contexto, essa ação afirmativa pode ser caracterizada de duas formas: as cotas sociais e as raciais.. Aqui, o objetivo é entender mais sobre as cotas sociais, explicar o que são, por que foram criadas e quem tem direito a elas.Se você está interessado nesse assunto, continue com a gente. A Universidade de Brasília (UnB) foi a primeira instituição federal a aprovar cotas para minorias étnicas e ... Reconhecendo O Outro: Política De Cotas Na Universidade ... ... . A Universidade de Brasília (UnB) foi a primeira instituição federal a aprovar cotas para minorias étnicas e raciais e a primeira instituição brasileira a aprovar cotas exclusivamente para negros. De 2004 até o 2013, 18,5% dos estudantes que se formaram pela universidade são negros e ingressaram na instituição graças ao sistema. O presente trabalho tem por objetivo analisar como se configura a adoção das cotas nas universidades públicas brasileiras e a atuação do Estado nesse processo. A pesquisa bibliográfica e documental focada nas Leis referentes à política de educação foi a metodologia utilizada. Conclui-se que a Lei Ou seja, o sistema de cotas da Uerj beneficia 45% dos que ingressam na universidade (além disso, a renda per capita mensal do candidato deve ser de 960 reais). Um dos pontos mais polêmicos do sistema de cotas gira em torno da raça no Brasil ser autodeclarável, ou seja, cada um pode decidir a própria raça. A política de Cotas também não é uma ação pública isolada. As cotas raciais são uma medida tomada no âmbito das ações afirmativas e foram pensadas, no Brasil, em diferentes discussões na década de 2000. A UnB foi a primeira universidade brasileira a usar o sistema de cotas raciais em 2003 e gerou intensos debates. O outro evento, que visava discutir gênero, trouxe especialistas que, ao longo de dois dias, deram palestras sobre o que no Brasil seria considerado tentativa de doutrinação através da "ideologia de gênero". Na minha universidade de origem, a UFSC, o ex-candidato a presidência pelo PSOL, Guilherme Boulos, foi recentemente convidado ... A ANTRA vem a público trazer informações sobre a importância da política de cotas e reservas de vagas destinadas em universidades públicas para o acesso da população de travestis, mulheres e homens trans, transmasculinos e demais pessoas trans. A fim de garantir o acesso à universidade e a construção cientifica por pessoas trans que tem… O sistema de cotas surgiu da busca de equidade em condições justas para acesso ao Ensino Superior. Essa medida colaborou para o aumento de alunos negros na universidade, porém ela ainda necessita de alguns ajustes e na Educação há o que melhorar sempre em progresso para um ensino de qualidade e para uma sociedade mais justa. Com o objetivo de facilitar o acesso a educação dos negros, surgiu a Política de Cotas Raciais nas universidades, classificando os candidatos por meios de suas características. Considerada por Santos e Rocha (2007) como uma medida governamental, a palavra cotas na educação brasileira é vista como uma ação Ainda que restritas e criadas por iniciativa das instituições, sem qualquer tipo de integração ou norma que sustente a reserva de vagas como política pública abrangente, as cotas, somadas a ações de caráter geral de acesso ao ensino superior - como o Programa Universidade para Todos (ProUni) -, estão mudando o perfil do universitário brasileiro. O terceiro ponto é que todos os dados das universidades comprovam que os discentes que ingressaram pelo programa de cotas têm apresentado alto rendimento acadêmico, o que rechaça a falácia de que as cotas provocam queda no padrão acadêmico da universidade e que os cotistas são incapazes de atuarem nas áreas escolhidas. A Lei de Cotas garante que 50% das matrículas nas universidades federais sejam destinadas a alunos de escolas públicas e beneficia nã...