A Mulher Do Próximo - Uma Crônica Da Permissividade Americana Antes Da Era Da Aids E-Book


A Mulher Do Próximo - Uma Crônica Da Permissividade Americana Antes Da Era Da Aids - Soares,Pedro Maia Talese,Gay pdf epub

PREÇO: GRÁTIS

EM FORMAÇÃO

LÍNGUA: PORTUGUÊS
HISTÓRIA: 2018
ESCRITORA/ESCRITOR: Soares,Pedro Maia Talese,Gay
ISBN: 9788535930832
FORMATO: PDF EPUB MOBI TXT
TAMANHO DO ARQUIVO: 10,91

EXPLICAÇÃO:

Talese mergulha fundo na intimidade de seus contemporâneos, traça um fascinante painel da mudança de costumes sexuais que varreu os Estados Unidos nas décadas de 1960 e 70 e recompõe a trama cerrada das relações entre sexo, pornografia, religião e censura no país. Nova edição com posfácio de Arthur Dapieve. Como se fosse um romance, este livro se abre com uma cena de masturbação masculina descrita em detalhes, narra diversos episódios de adultério e sexualidade aberta e termina com o autor nu, numa praia fluvial, desafiando o olhar guloso de voyeurs. Mas nada é ficção. Os nomes das pessoas são reais e as cenas e eventos narrados aconteceram realmente. Nesta que é uma das peças mais desconcertantes do chamado "novo jornalismo", Gay Talese mergulha fundo na intimidade de seus contemporâneos e traça um amplo e fascinante painel da mudança de costumes sexuais que varreu os Estados Unidos nas décadas de 1960 e 70. Conhecido por ir atrás de matérias "impossíveis" e temas "proibidos", por suas pesquisas exaustivas, pelo estilo elegante e pelo apurado senso histórico, Talese recompõe a trama cerrada das relações entre sexo, pornografia, religião e censura nesse país fundado por puritanos, mas onde sempre floresceram seitas de amor livre e nudismo. Chocante ao ser lançado em 1980, A mulher do próximo é hoje um clássico da história da sexualidade.

...2002. p. 8. Antes de existir o dia já havia a luta ... A Mulher Do Próximo - Uma Crônica Da Permissividade ... ... . No final do século XIX as mulheres começaram a sair à rua para pedir mais direitos. Organizações femininas dentro dos movimentos operários protestavam contra as 15 horas de trabalho diárias e os salários baixos. As origens do Dia Internacional da Mulher chegam a 1857. Produto Novo Talese mergulha fundo na intimidade de seus contemporâneos, traça um fascinante painel da mudança de costumes sexuais que varreu os Estados Unidos nas décadas de 1960 e 70 e recompõe a trama cerrada das relações entre sexo, pornografia, religião e censura no país. Nova edição com posfácio de Arthur Dapieve. Co ... A Mulher Do Próximo - Uma Crônica Da Permissividade ... ... . Nova edição com posfácio de Arthur Dapieve. Como se fosse um romance, este livro se abre com uma cena de ... Leandro Sarmatz Um dos ícones do "new journalism", o jornalista americano Gay Talese conta a história, em A Mulher do Próximo: Uma Crônica da Permissividade Americana Antes da Era da Aids ... Mas, nem sempre prestamos atenção que existiram (e existem ainda) incríveis mulheres que marcaram a História com suas contribuições, seja no campo do conhecimento e até mesmo da guerra. Para fazer jus a essas heroínas que quase sempre ficam ofuscadas nos livros de História, preparamos uma lista com apenas algumas das mulheres que marcaram a História do Brasil e do mundo de forma ... www.extra.com.br O preço da independência de uma mulher varia conforme o local e o ano de nascimento. Mas uma coisa eu garanto: nunca é pequeno o valor que uma mulher paga para ser dona da própria vida. Em 2016, o Dia da Mulher é comemorado, oficialmente, pela 43ª vez, já que foi reconhecido pela ONU apenas na década de 1970. No entanto, a batalha que culminou na criação desse marco tem ... Encontre era com ótimos preços e condições na Saraiva. Após a ação que levou a Suprema Corte a proibir essas atividades, por serem consideradas uma violação dos direitos da Primeira Emenda, Murray O'Hair continuou sua batalha. Desta vez, ela contestou a celebração do Natal em instituições públicas, como escolas, argumentando que, por ser um feriado cristão, promovia uma religião acima de outras e constituía uma forma de doutrinação. A mulher latino-americana é menos saudável do que aparenta. Nos últimos 30 anos, os índices de fertilidade e mortalidade feminina em geral sofreram reduções significativas e a esperança de vida da mulher em alguns países da região está hoje perto de 80 anos. Somente em 1962, com o Estatuto da Mulher Casada, a mulher casada passou a não precisar da autorização do marido para fazer uma série de coisas, como trabalhar fora de casa, receber herança e ......