Ana de Amsterdam E-Book


Ana de Amsterdam - Rebelo,Ana Cássia pdf epub

PREÇO: GRÁTIS

EM FORMAÇÃO

LÍNGUA: PORTUGUÊS
HISTÓRIA: 2016
ESCRITORA/ESCRITOR: Rebelo,Ana Cássia
ISBN: 9788525061843
FORMATO: PDF EPUB MOBI TXT
TAMANHO DO ARQUIVO: 5,87

EXPLICAÇÃO:

Em Ana de Amsterdam, a portuguesa Ana Cássia Rebelo faz, a partir de seu blog, uma espécie de diário íntimo imensamente literário, falando sobre trabalho, a relação com os filhos, o passado e sentimentos como a solidão, ao mesmo tempo em que permeia elementos ficcionais.

...oportos de Portugal, S.A. (doravante designada por ANA) tem como compromisso assegurar a privacidade e proteção dos dados pessoais de todos quantos com ela se relacionam, designadamente os utilizadores do site www ... Ana de Amsterdam - Chico Buarque - Cifra Club ... .ana.pt.. A presente Política de Privacidade é complementada pelos Termos e Condições. Do famoso blogue «Ana de Amsterdam» (cujo nome remete para a famosa canção de Chico Buarque), a autora juntamente com o escritor e investigador João Pedro George fizeram uma seleção dos melhores e mais memoráveis textos. Um conjunto coeso que finalmente revela a poderosa e abrasiva voz literária de Ana Cássia Rebelo para lá da blogosfera. Blogue Ana de Amsterdam de Ana Cássia Rebelo. Posted on February 14, 2015 by António Fer ... Ana de Amsterdam - Chico Buarque - Cifra Club ... . Um conjunto coeso que finalmente revela a poderosa e abrasiva voz literária de Ana Cássia Rebelo para lá da blogosfera. Blogue Ana de Amsterdam de Ana Cássia Rebelo. Posted on February 14, 2015 by António Fernando Nabais. A qualidade dos textos mereceu o livro. As primeiras páginas estão disponíveis. Ana de Amsterdam. 5.4K likes. Tudo sobre a vida na Holanda: moradia, trabalho, filhos, dicas de Amsterdam e o dia a dia na terra dos moinhos. Sou Ana de Amsterdam Eu cruzei um oceano Na esperança de casar Fiz mil bocas pra Solano Fui beijada por Gaspar Sou Ana de cabo a tenente Sou Ana de toda patente, das Índias Sou Ana do Oriente, Ocidente, acidente, gelada Sou Ana, obrigada Até amanhã, sou Ana Do cabo, do raso, do rabo, dos ratos Sou Ana de Amsterdam Eu cruzei um oceano Na esperança de casar Fiz mil bocas pra Solano Fui beijada por Gaspar Sou Ana de cabo a tenente Sou Ana de toda patente, das Índias Sou Ana do oriente, ocidente, acidente, gelada Sou Ana, obrigada Até amanhã, sou Ana Do cabo, do raso, do rabo, dos ratos...