Família, Saúde, Reabilitação e Cuidado Social E-Book


Família, Saúde, Reabilitação e Cuidado Social - Martins,Gisele Justiniano De Faria pdf epub

PREÇO: GRÁTIS

EM FORMAÇÃO

LÍNGUA: PORTUGUÊS
HISTÓRIA: 2015
ESCRITORA/ESCRITOR: Martins,Gisele Justiniano De Faria
ISBN: 9788555071447
FORMATO: PDF EPUB MOBI TXT
TAMANHO DO ARQUIVO: 10,47

EXPLICAÇÃO:

Família, Saúde, Reabilitação e Cuidado social descreve como a família contemporânea tem vivido as relações do cuidado social em saúde de seus familiares que adquirem uma deficiência motora no decorrer de suas vidas. E esta relação social no âmbito da família é também objeto de estudo do Serviço Social, pois o modo que esses familiares redimensionam suas atividades cotidianas para manterem os cuidados com a saúde de um de seus membros, posteriormente, a obtenção de uma deficiência mudam sua vida cotidiana. Para entender a realidade destas famílias após essa mudança abrupta, decorrente da deficiência e de responsabilidades pré-definidas durante o tratamento de reabilitação foi realizado um estudo empírico por meio de entrevistas com roteiro semiestruturado com familiares, equipe de reabilitação e internos no período de internação hospitalar.

...e de Média Duração e Reabilitação (UMDR) - para internamentos com duração entre 30 e 90 dias ... Familia, Saude, Reabilitaçao E Cuidado Social ... ... . Destina-se a utentes que perderam temporariamente a sua autonomia, mas com potencial de reabilitação e que necessitem de cuidados de saúde, apoio social, que pela sua frequência ou duração, não podem ser prestados no domicílio. SEGURANÇA SOCIAL Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI) Atualizado em:€16-10-2019 Esta informação destina-se a Pessoas que estejam em situação de dependência e necessitem de cuidados continuados de saúde e de apoio social. e sociais" (Brasil, 2005) surgiu nesse contexto. Ele se caracterizou por críticas à hegemonia d ... Cuidados continuados: as 10 respostas que precisa para ... ... . e sociais" (Brasil, 2005) surgiu nesse contexto. Ele se caracterizou por críticas à hegemonia do saber biomédico no cuidado à saúde mental, bem como às infelizes consequências testemunhadas durante anos pela segregação e exclusão social, promovidas a partir do modelo asilar (Costa-Rosa, 2000). Para pessoas que, na sequência de doença aguda ou reagudização de doença crónica, perderam a sua autonomia e funcionalidade, mas que podem recuperá-la e que necessitem de cuidados de saúde, reabilitação funcional e apoio social e pela sua complexidade ou duração, não possam ser assegurados no domicilio, com previsibilidade de ganhos funcionais atingíveis até 90 dias consecutivos. No Planejamento Estratégico deste ano foram definidas algumas metas a serem atingidas, atendendo também ao Programa de Educação Continuada. Uma das metas do setor de Psicologia foi a realização de palestras na sala de espera da Instituição. As psicólogas ministraram as palestras durante uma semana no mês de maio de 2016, tendo como público alvo […] os pontos mais comuns do cuidado no domicilio; ajudar o cuidador e a pessoa cuidada; estimular o envolvimento da família, da equipe de saúde e da comunidade nos cuidados, e promover melhor qualidade de vida do cuidador e da pessoa cuidada, ressaltand...