A Relação Malária-Saúde Bucal de Gestantes na Amazônia E-Book


A Relação Malária-Saúde Bucal de Gestantes na Amazônia - Salles,Heli Da Silva Araújo pdf epub

PREÇO: GRÁTIS

EM FORMAÇÃO

LÍNGUA: PORTUGUÊS
HISTÓRIA: 2015
ESCRITORA/ESCRITOR: Salles,Heli Da Silva Araújo
ISBN: 9788568154281
FORMATO: PDF EPUB MOBI TXT
TAMANHO DO ARQUIVO: 6,74

EXPLICAÇÃO:

A obra apresenta para o público em geral uma relação nunca observada entre malária e saúde bucal. São duas questões de saúde pública que rotineiramente devem ser avaliadas com grande cuidado na Amazônia. A malária afeta grande parte de pessoas nas comunidades mais carentes e distantes dos grandes centros. Na ilha do Marajó, a saúde bucal vem sendo tratada com descaso para grupos específicos e grupos de riscos como gestantes. É significativo apresentarmos mais uma temática de discussão para a saúde quando abordamos a saúde bucal de gestantes com malária na Amazônia. A disponibilidade dos agentes de infecção em Anajás para Malária coloca em risco à saúde geral dessas pacientes e afetam diretamente as condições de saúde bucal. A malária é uma doença de grande importância endêmica na Amazônia. A cidade de Anajás é considerada um dos municípios com maior prevalência de malária do Estado do Pará. É uma doença grave, responsável por muitas mortes e com sintomatologia aguda que contribui para o estado de morbidade e prostração, dificultando a higiene oral. Atinge todas as faixas etárias, onde a população de Gestantes está dentro desse universo. A pesquisa aponta significância para risco de cárie e necessidade de tratamento para gestantes com malária e não evidencia significância e necessidade de tratamento para doença periodontal. Aponta para alterações no paladar, xerostomia de gestantes com malária e mulheres que fazem uso de medicação antimalárica. Evidencia o grave problema social e de saúde pública que contribui diretamente para a condição de higiene oral da população pesquisada.

......